Guarda Civil Metropolitana atuará na proteção de mulheres vítimas de violência

Foto: Valdecir Galor/SMCS
Educadores trabalham arte dramática com crianças pequenas, em Curitiba
8 de maio de 2014
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
Jovens líderes africanos se reúnem com Lula
8 de maio de 2014
391
Compartilhe
Foto: Fabio Arantes/SECOM

Foto: Fabio Arantes/SECOM

Foto: Fabio Arantes/SECOM

Foto: Fabio Arantes/SECOM

São Paulo – SP, 08/05/2014 – Decreto que institui projeto Guardiã Maria da Penha prevê o monitoramento de vítimas que estão sob medidas protetivas

Foto: Fabio Arantes/SECOM

Foto: Fabio Arantes/SECOM

São Paulo – SP, 08/05/2014 – O prefeito Fernando Haddad assinou na manhã desta quinta-feira (8), na sede da Prefeitura, um decreto que institui o projeto “Guardiã Maria da Penha”. O documento prevê a atuação da Guarda Civil Metropolitana na proteção de mulheres vítimas de violência doméstica, garantindo as medidas previstas na Lei Maria da Penha. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) com o Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID), do Ministério Público do Estado de São Paulo.