Hemopa comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue

Michel Temer em reunião com Ricardo Patah, Presidente da União Geral dos Trabalhadores
13 de junho de 2017
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Eunício Oliveira fala à imprensa ao chegar no Congresso
13 de junho de 2017
337
Compartilhe
FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ

FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ

13/06/2017- BELÉM- PARÁ- Um voluntário, uma doação, até quatro vidas salvas. O cálculo parece simples, mas atrair novos doadores de sangue e fidelizar os de repetição é um verdadeiro desafio para os hemocentros brasileiros. Nesta quarta-feira, dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Érika Saraiva (foto) tem menos de um terço da idade de Ismael, mas a mesma animação de ajudar a quem sequer conhece. Aos 17 anos, a estudante do 9º ano do ensino médio não pensou duas vezes quando recebeu o convite, neste mês, e doou sangue pela primeira vez.
FOTO: ASCOM HEMOPA

13/06/2017- BELÉM- PARÁ- Um voluntário, uma doação, até quatro vidas salvas. O cálculo parece simples, mas atrair novos doadores de sangue e fidelizar os de repetição é um verdadeiro desafio para os hemocentros brasileiros. Nesta quarta-feira, dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue.
FOTO: CLÁUDIO SANTOS / AG. PARÁ

13/06/2017- BELÉM- PARÁ- Um voluntário, uma doação, até quatro vidas salvas. O cálculo parece simples, mas atrair novos doadores de sangue e fidelizar os de repetição é um verdadeiro desafio para os hemocentros brasileiros. Nesta quarta-feira, dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue.
FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ

13/06/2017- BELÉM- PARÁ- Um voluntário, uma doação, até quatro vidas salvas. O cálculo parece simples, mas atrair novos doadores de sangue e fidelizar os de repetição é um verdadeiro desafio para os hemocentros brasileiros. Nesta quarta-feira, dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue.
FOTO: RODOLFO OLIVEIRA / AG. PARÁ

13/06/2017- BELÉM- PARÁ- Em 2017, Ismael completa 45 anos como doador. “Sou de uma época muito diferente, que não tinham regulamentações. Já cheguei a doar sangue seis vezes num único ano. Hoje em dia, homem só pode doar quatro vezes em 12 meses. Também já fiz transfusão direta, ou seja, da minha veia direto para a veia do paciente”, detalha.
FOTO: ASCOM HEMOPA

13/06/2017- BELÉM- PARÁ-Um voluntário, uma doação, até quatro vidas salvas. O cálculo parece simples, mas atrair novos doadores de sangue e fidelizar os de repetição é um verdadeiro desafio para os hemocentros brasileiros. Nesta quarta-feira, dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue.
FOTO: ASCOM HEMOPA