Hospitais intensificam ações para prevenção do parto prematuro, no Pará

Marinha americana em exercício no sul da China
19 de novembro de 2017
Treino do Fluminense esta manhã
19 de novembro de 2017
488
Compartilhe
Prestar assistência segura e de qualidade à gestante e ao recém-nascido. São alguns dos objetivos na assistência prestada pelo Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves; e pelo Hospital Geral de Tailândia (HGT), na mesorregião do nordeste paraense, que no mês de novembro voltam suas ações para comemoração alusiva ao Dia Mundial da Prematuridade, festejado dia 17 deste mês, para alertar a população sobre esse problema que atinge 15 milhões de crianças no mundo. No Brasil, de acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o que corresponde a mais de 930 por dia. Mais de 12% dos nascimentos no país acontecem antes da gestação completar 37 semanas, que significa o dobro do índice de países europeus. FOTO: ASCOM / HGT TAILÂNDIA DATA: 18.11.2017 TAILÂNDIA – PARÁ

Prestar assistência segura e de qualidade à gestante e ao recém-nascido. São alguns dos objetivos na assistência prestada pelo Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves; e pelo Hospital Geral de Tailândia (HGT), na mesorregião do nordeste paraense, que no mês de novembro voltam suas ações para comemoração alusiva ao Dia Mundial da Prematuridade, festejado dia 17 deste mês, para alertar a população sobre esse problema que atinge 15 milhões de crianças no mundo. No Brasil, de acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o que corresponde a mais de 930 por dia. Mais de 12% dos nascimentos no país acontecem antes da gestação completar 37 semanas, que significa o dobro do índice de países europeus. FOTO: ASCOM / HGT TAILÂNDIA DATA: 18.11.2017 TAILÂNDIA – PARÁ

Prestar assistência segura e de qualidade à gestante e ao recém-nascido. São alguns dos objetivos na assistência prestada pelo Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves; e pelo Hospital Geral de Tailândia (HGT), na mesorregião do nordeste paraense, que no mês de novembro voltam suas ações para comemoração alusiva ao Dia Mundial da Prematuridade, festejado dia 17 deste mês, para alertar a população sobre esse problema que atinge 15 milhões de crianças no mundo. No Brasil, de acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o que corresponde a mais de 930 por dia. Mais de 12% dos nascimentos no país acontecem antes da gestação completar 37 semanas, que significa o dobro do índice de países europeus. FOTO: ASCOM / HGT TAILÂNDIA DATA: 18.11.2017 TAILÂNDIA – PARÁ

Prestar assistência segura e de qualidade à gestante e ao recém-nascido. São alguns dos objetivos na assistência prestada pelo Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves; e pelo Hospital Geral de Tailândia (HGT), na mesorregião do nordeste paraense, que no mês de novembro voltam suas ações para comemoração alusiva ao Dia Mundial da Prematuridade, festejado dia 17 deste mês, para alertar a população sobre esse problema que atinge 15 milhões de crianças no mundo. No Brasil, de acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o que corresponde a mais de 930 por dia. Mais de 12% dos nascimentos no país acontecem antes da gestação completar 37 semanas, que significa o dobro do índice de países europeus. FOTO: ASCOM / HGT TAILÂNDIA DATA: 18.11.2017 TAILÂNDIA – PARÁ