Hospital da Criança fez 2,5 milhões de atendimentos em seis anos, em Brasília

Alckmin dá início à construção de ponte sobre o Rio Tietê
24 de novembro de 2017
Michel Temer com Luis Videgaray, Ministro das Relações Exteriores dos Estados Unidos Mexicanos
24 de novembro de 2017
627
Compartilhe
23/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Hospital da Criança de Brasília José Alencar, Em seis anos de existência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar fez 2.562.851 atendimentos, incluindo consultas, sessões de quimioterapia, internações, tomografias e cirurgias ambulatoriais. Grupo Doutores do Riso. Superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem, governador Rodrigo Rollemberg e secretário de Saúde, Humberto Fonseca. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

23/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Hospital da Criança de Brasília José Alencar, Em seis anos de existência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar fez 2.562.851 atendimentos, incluindo consultas, sessões de quimioterapia, internações, tomografias e cirurgias ambulatoriais. Governador Rodrigo Rollemberg e superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

23/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Hospital da Criança de Brasília José Alencar, Em seis anos de existência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar fez 2.562.851 atendimentos, incluindo consultas, sessões de quimioterapia, internações, tomografias e cirurgias ambulatoriais. Grupo Doutores do Riso. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

23/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Hospital da Criança de Brasília José Alencar, Em seis anos de existência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar fez 2.562.851 atendimentos, incluindo consultas, sessões de quimioterapia, internações, tomografias e cirurgias ambulatoriais. Grupo Doutores do Riso. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

23/11/2017- Brasília, DF, Brasil- Hospital da Criança de Brasília José Alencar, Em seis anos de existência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar fez 2.562.851 atendimentos, incluindo consultas, sessões de quimioterapia, internações, tomografias e cirurgias ambulatoriais. Foto: Andre Borges/Agência Brasília