Hospital Galileu implanta sistema que reduz consumo de plástico, no Para

Torre de TV ganha iluminação natalina, em Brasília
18 de dezembro de 2017
Servidores municipais de Curitiba protestam na Câmara Municipal
18 de dezembro de 2017
848
Compartilhe
Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. Na foto, a farmacêutica do Hospital Galileu, Suellen Sanches. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. Na foto, a técnica de Enfermagem, Tayná Pinto (segundo plano). FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ

Um novo sistema de dispensação de medicamentos implantado no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promete reduzir significativamente o consumo de plástico na unidade. As habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias dos hospitais para distribuir os remédios de cada paciente foram substituídas no Galileu por uma opção muito mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar. Há apenas um mês de implantação total do novo sistema de bolsas, o Hospital Galileu, que é gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), reduziu em 50 quilos o consumo de plástico, na comparação com o mesmo período no ano passado. Em reais, a economia chegou a R$ 1.170, e em longo prazo, a expectativa da equipe é de que a economia seja muito maior. FOTO: ASCOM / HPEG DATA: 17.12.2017 BELÉM – PARÁ