Hospital Pronto Socorro de Porto Alegre faz simulação para Copa 2014

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
Lula encontra-se com o técnico da seleção da Espanha, Vicente del Bosque, em Bilbao
28 de março de 2014
Foto: Luciano Pontes/ Secom
Mais 2,4 milhões de litros de gasolina chegam ao Acre
28 de março de 2014
1569
Compartilhe
Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Porto Alegre- RS, 28/03/2014- A simulação ocorreu na manhã desta sexta-feira (28/03). Ambulâncias do Samu trouxeram pacientes graves e outros com ferimentos mais leves, encenando o socorro a um evento com múltiplas vítimas. Alguns pacientes chegaram a pé. À medida em que os feridos iam entrando no HPS, as equipes faziam a classificação de risco e encaminhavam os pacientes para os setores específicos. Enquanto isso, observadores, que desde segunda-feira participam de um curso do Ministério da Saúde em Porto Alegre, voltado para o socorro a múltiplas vítimas, faziam anotações e avaliações da eficiência do atendimento. Tudo sob o olhar rigoroso de quatro especialistas da área médica do governo alemão, que já atuaram em outras copas do mundo e vieram trazer sua experiência de socorro em eventos deste porte. Eles estão percorrendo seis cidades-sede da Copa no Brasil, junto com técnicos da Força Nacional do SUS, um programa de cooperação com estados e municípios para medidas de prevenção e assistência a situações de surtos, epidemias ou desastres.

Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Foto: Ricardo Azeredo/ PMPA

Porto Alegre- RS, 28/03/2014- Todas as equipes de emergência do HPS se envolveram na simulação, buscando o máximo de realismo no exercício. Quinze militares do Exército atuaram como figurantes, no papel das vítimas socorridas. A simulação serviu para avaliar a rapidez no transporte das vítimas, a agilidade no acesso aos serviços do hospital, os processos de classificação de risco e a eficiência dos tratamentos, o comportamento das equipes, a estrutura do HPS e outros fatores fundamentais para medir o nível de eficiência do socorro numa grande emergência. Para o secretário Municipal de Saúde, Carlos Casartelli, o exercício no HPS, que será o hospital referência para atendimentos de trauma em Porto Alegre durante a Copa do Mundo, é uma demonstração de que a Capital está se capacitando da melhor forma possível para o evento, garantindo um atendimento dentro dos melhores padrões na eventualidade de uma grande emergência.