Ibama e ICMBio apreendem 7 escavadeiras em garimpo ilegal no entorno da Flona do Tapirapé-Aquiri (PA)

Daniel Alves jogador do PSG e cortado da seleção por contusão visita a concentração Seleção Brasileira em Moscou ante do jogo contra Sérvia. Lucas Figueiredo/CBF
27 de junho de 2018
Canarinho simbolo da Seleção brasileira em frente do estádio onde o Brasil enfrentará a Sérvia a caminho das oitavas pela Copa do Mundo em Moscou. foto Lucas Figueredo /CBF
27 de junho de 2018
329
Compartilhe

Brasília (26/06/2018) – O Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram operação para coibir o garimpo ilegal de ouro no entorno da Floresta Nacional (Flona) do Tapirapé-Aquiri, em São Félix do Xingu (PA), com apoio da Polícia Federal (PF) e do Batalhão de Polícia Ambiental do Pará. Agentes ambientais apreenderam sete escavadeiras e dez motobombas em garimpos clandestinos. Até o momento foram aplicados autos de infração que totalizam R$ 50 mil.Criminosos tentaram impedir a retirada dos bens apreendidos. A estrada da Barra Bonita foi interditada por garimpeiros, que danificaram pontes. O Grupamento Tático Operacional (GTO) da PM do Pará e a Polícia Federal (PF) em Redenção foram acionados. A via foi liberada de forma pacífica.Os equipamentos apreendidos estão sob guarda do ICMBio e de prefeituras do sudoeste do Pará.Agentes ambientais embargaram quatro garimpos clandestinos. Outro garimpo licenciado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente foi embargado por uso ilegal de mercúrio, desmatamento e descumprimento de condicionantes da licença municipal.Os infratores serão responsabilizados com sanções administrativas e criminais.
Criada em 1989 na Amazônia, a Flona do Tapirapé-Aquiri se estende por 196 mil hectares.foto Ibama

Ibama

Ibama

equipe