Jair Bolsonaro exonerou hoje pela manhã o secretário nacional da Cultura, Roberto Alvim, depois de um discurso citando Joseph Goebbels, ministro de Adolf Hitler durante o governo nazista.

O Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta populares na entrada do Palácio da Alvorada
17 de janeiro de 2020
O aiatolá ali khamenei lembrou a morte do general pelos EUA e chamou Donald Trump de palhaço e diz que não negociará com os Estados Unidos
17 de janeiro de 2020
362
Compartilhe