Justiça condena Estado do Rio a pagar tratamento para a família de Amarildo

Foto: Polícia Civil- SC
Mulher conhecida como viúva-negra é presa suspeita de matar 4 homens
26 de novembro de 2014
Foto: Lia de Paula/Agência Senado (19/11/2013)
Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) é acusada de crime eleitoral
26 de novembro de 2014
652
Compartilhe
Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

26/11/2014 – Rio de Janeiro- RJ, Brasil –   A demora no pagamento de pensão e de tratamento médico e psicológico da família do pedreiro Amarildo de Souza levou a Justiça do Rio, em decisão de segunda instância, a obrigar o governo estadual a custear as obrigações. A decisão unânime dos desembargadores da 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio foi proferida no último dia 11 e divulgada na terça-feira (25), em nota publicada na página do órgão na internet. Na foto: Elizabeth Gomes, mulher de Amarildo (02/11/2013)

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

26/11/2014 – Rio de Janeiro- RJ, Brasil – Na foto: Anderson, Ana Beatriz e Elizabeth Gomes, respectivamente filhos e mulher do ajudante de pedreiro. (02/11/2013)