Mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza

Cilic vence e vai a final em Wimbledon
14 de julho de 2017
PRÊMIO ABEAR DE JORNALISMO
14 de julho de 2017
524
Compartilhe

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais, Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás. Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

13/7/2017- Goiás- Brasil- Área de Soltura de animais,
Depois de tratados e avaliados como aptos a voltar à vida livre, mais de 30 animais do Zoo de Brasília retornam à natureza. Eles foram soltos nesta quinta-feira (13) em ação coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que ocorreu em uma área particular cadastrada como área de soltura, em Goiás.
Além de duas cobras, o órgão devolveu à natureza um porco-espinho, uma família de saruê, dois tucanos e outra variedade de pássaros. Foram soltos 32 animais.
Foto: Tony Winston/Agência Brasília