Marcha das mulheres marca o 25 de novembro dia Internacional do Combate à Violência Contra a Mulher

Campinas – Lançamento do Projeto Câo-guia na Mobilidade
25 de novembro de 2021
 Iluminação do Palácio Piratini alusiva à Semana Nacional do Doador de Sangue
25 de novembro de 2021
41
Compartilhe
O centro de Curitiba é marcado nesta quinta feira (25) por marcha de combate à violência contra as mulheres.
A caminhada fez parte das atividades da semana de mobilização que tinha como lema “Mulheres pela vida, semeando resistências, contra a fome e as violências”, que doou 3 mil marmitas, distribuiu materiais informativos sobre as formas de violência contra as mulheres, incentivou e levou grupos de mulheres para doarem sangue na Hemepar.
Durante a marcha, elas cantavam e davam gritos de ordem pedindo pelo fim da violência; carregavam como simbologia faixas e bandeiras; levaram ossos de boi para simbolizar a luta pelos direitos das mulheres e de quem tem enfrentado a fome nesse período.
Participaram da passeata o coletivo Marmitas da Terra, Marcha Mundial de Mulheres (MMM), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Liga Brasileira de Lésbicas, Frente Feminista de Curitiba e RM, Rede Mulheres Negras, APP Sindicato, Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica, Técnica e Tecnológica do Estado do Paraná (SindiEdutec), Central Única dos Trabalhadores (CUT), CFC Coletivo Feminista Coritibano, União Brasileira de Mulheres (UBM), FETEC, Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região e mandatos das vereadoras Josete e Carol Dartora (PT).
A marcha começou na praça Santos Andrade e seguiu caminhada até a Boca Maldita.
A semana de mobilização segue com a campanha de doação de sangue e com o mutirão de trabalho nas hortas de solidariedade do Assentamento Contestado, Lapa.