Médica cubana, Ramona, foi à delegacia de Imigração da PF em Brasília