Ministro da Educação Abraham Weintraub durante depoimento na comissão de educação da Câmara