Mulheres representam 47% dos feirantes de Salvador

Sport 0 x 1 São Paulo (Campeonato Brasileiro 2020 – Série A) – 23/08/2020
24 de agosto de 2020
Reunião do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo
24 de agosto de 2020
238
Compartilhe

Categoria celebra data com crescimento do espaço das bancas femininas

Todo dia é de feira. Com chuva, sol e mesmo em plena pandemia, centenas de trabalhadores acordam mais cedo diariamente para garantir os melhores hortifrutigranjeiros que povoam a mesa dos consumidores e colocar os produtos para vender nos mercados e espaços a céu aberto organizados pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). Mas tem uma data que é especialmente celebrada pela categoria: o Dia do Feirante, comemorado nesta terça-feira (25).

A criação da data se deu em virtude da realização da primeira feira livre do Brasil, no ano de 1914, na cidade de São Paulo. Em Salvador, dos cerca de 800 trabalhadores que atuam nas feiras e mercados da Prefeitura, 47% são mulheres. Elas dão duro para garantir a presença dos itens essenciais na mesa dos soteropolitanos e na delas próprias, muitas vezes em dupla ou tripla jornada, pois também costumam ser mães, donas de casa e fazer bicos.

Fotos: Bruno Concha/Secom

Fotos: Bruno Concha/Secom

Fotos: Bruno Concha/Secom