Mulheres Sem Terra realizam protesto na sede da Camil, em São Paulo.

Boris Johnson se reúne com John Kerry
8 de março de 2021
Uso não autorizado de Imagens
8 de março de 2021
90
Compartilhe

Sob o lema: “Mulheres pela vida, semeando resistência, contra a fome e as violências”, um grupo de mulheres realizou uma ação de denúncia na manhã desta segunda-feira (8), na sede da empresa Camil, em São Paulo.

Durante a ação, além da luta contra todas formas de opressão e violência, as mulheres pautaram a necessidade e a urgência da vacinação para todas e todos os brasileiros, a manutenção do auxílio emergencial e o aumento dos preços dos alimentos e da pobreza.

Há mais de um ano o Brasil e o mundo vêm sendo atingidos pela pandemia do novo coronavírus. Até o momento, mais de 260 mil brasileiros perderam a vida em um país governado por um genocida. Sem vacina, sem perspectiva e sem rumo, além da maior crise sanitária do século, o país tem que enfrentar o negacionismo, a falta de competência e de humanidade de Jair Bolsonaro e seus asseclas.