Namíbia realiza primeira eleição na África com urnas eletrônicas

Foto: Sérgio Mourão/Setes
Ouro Preto recebe o 10º Encontro de Hotelaria e Gastronomia Mineira
26 de novembro de 2014
Foto: ITU Pictures (Arquivo)
Número de celulares já é quase igual ao de pessoas, diz ONU
26 de novembro de 2014
1205
Compartilhe
Foto: Elza Fiúza / ABr

Foto: Elza Fiúza / ABr

Foto: Elza Fiúza/ABr

Foto: Elza Fiúza/ABr

26/11/2014 -Namíbia – A Namíbia promove na próxima sexta-feira (28) o primeiro pleito com voto eletrônico na África para eleições presidenciais e legislativas do país. Cerca de 1,2 milhão de eleitores serão chamados a comparecer nos 4 mil pontos de votação espalhados pelo país africano, conquistado e administrado pela África do Sul a partir de 1915, após a colonização alemã, até a independência. Os eleitores vão utilizar, pela primeira vez, urnas eletrônicas de fabricação indiana. Os partidos da oposição, que temem fraudes ou falhas – apesar das autoridades garantirem segurança no sistema eletrônico – tentaram apresentar recurso de última hora para adiar a votação, mas a estratégia não funcionou.Nove candidatos concorrem às eleições presidenciais, de partidos que vão desde os Combatentes para a Liberdade Econômica, de extrema-esquerda, ao Partido Republicano, apoiado pela minoria branca. O candidato cotado como provável vencedor é o primeiro-ministro Hage Geingob, de 73 anos. Geingob, que foi primeiro-ministro durante 12 anos após a independência do país, voltou a ocupar o cargo em 2012 e deve suceder o chefe de Estado cessante, Hifikepunye Pohamba, que já cumpriu dois mandatos.