Nave espacial Orion chega a Ohio a bordo do Super Guppy

Dolar bate recorde e vai a R$ 4,27 no mercado
26 de novembro de 2019
Vistoria do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Penitenciário (GMF) na Penitenciária Central do Estado
26 de novembro de 2019
328
Compartilhe

Quase 1.500 pessoas compareceram no domingo, 24 de novembro, para assistir as aeronaves Super Guppy da NASA chegarem ao aeroporto Mansfield Lahm com a sonda Orion para Artemis I a bordo. Depois de ver as exposições, a multidão se reuniu na linha de vôo para aguardar a aeronave.
O nariz do Guppy foi aberto ao nascer do sol na segunda-feira, 25 de novembro, revelando a nave espacial Orion dentro. Ele foi removido da aeronave e carregado em um grande reboque de mesa, para que possa ser transportado para a Estação Plum Brook da NASA para teste.

Concluídos em duas fases na maior câmara de vácuo do mundo , os testes começarão com um teste térmico, que durará aproximadamente 60 dias, enquanto os sistemas da Orion são ligados sob condições de vácuo que simulam o ambiente espacial.

Durante esta fase, a sonda estará sujeita a temperaturas extremas, variando de -250 a 300 graus Fahrenheit, para replicar o vôo dentro e fora da luz solar e sombra no espaço. A segunda fase é um teste de interferência e compatibilidade eletromagnética, com duração de aproximadamente 14 dias. Esse teste garantirá que os componentes eletrônicos da espaçonave funcionem corretamente quando operados ao mesmo tempo.

Após a conclusão bem-sucedida, a espaçonave retornará ao Kennedy Space Center da NASA , onde começará a integração com o poderoso foguete Space Launch System para o lançamento de Artemis I.

Créditos: NASA / Bridget Caswell

Créditos: NASA / Bridget Caswell

Créditos: NASA / Marvin Smith

Credit: NASA/ Jef Janis