O destróier de mísseis guiados USS Kidd (DDG 100) parte de San Diego após a resposta agressiva da Marinha a um surto de COVID-19 a bordo do navio.

Sistema Integrado de Saúde do Senado Federal (SIS) realiza testes moleculares para detecção do novo coronavírus.
10 de junho de 2020
Prefeitura de Salvador realiza 16 mil abordagens sociais durante pandemia
10 de junho de 2020
218
Compartilhe

SAN DIEGO (10 de junho de 2020) O destróier de mísseis guiados USS Kidd (DDG 100) parte de San Diego após a resposta agressiva da Marinha a um surto de COVID-19 a bordo do navio. Kidd chegou à Base Naval de San Diego em 28 de abril para prestar assistência médica à tripulação, limpar e desinfetar o navio. Kidd está programado para retornar à área de responsabilidade do Comando Sul dos EUA para continuar sua missão em apoio às operações antidrogas aprimoradas do SOUTHCOM no Caribe e no Pacífico Oriental. (Foto da Marinha dos EUA pelo especialista em comunicação de massa 3ª classe Kevin C. Leitner)

(Foto da Marinha dos EUA pelo especialista em comunicação de massa 3ª classe Kevin C. Leitner)