O governo da Bolívia declarou na segunda-feira pessoas desagradáveis ​​à embaixadora mexicana, María Teresa Mercado; ao cargo de embaixada da Espanha, Cristina Borreguero e o cônsul desse país, Álvaro Fernández, além de um grupo de funcionários, que deu 72 horas para deixar o país,

Montagem do Palco da Virada na Avenida Paulista
30 de dezembro de 2019
Chegada espetacular na São Silvestre de surpresa de Kibiwott Kandie, que ultrapassou Jacob Kiplimo nos últimos segundos da São Silvestre
31 de dezembro de 2019
351
Compartilhe

La Paz, 30 de dezembro de 2019. – O governo da Bolívia declarou na segunda-feira pessoas desagradáveis ​​à embaixadora mexicana, María Teresa Mercado; ao cargo de embaixada da Espanha, Cristina Borreguero e o cônsul desse país, Álvaro Fernández, além de um grupo de funcionários, que deu 72 horas para deixar o país, após os incidentes na sexta-feira passada.”Este grupo de representantes dos governos do México e da Espanha prejudicou seriamente a soberania e a dignidade do povo e do governo da Bolívia. Comportamento hostil ao tentar entrar clandestinamente na residência do México na Bolívia, desafiando policiais e agentes bolivianos. os próprios cidadãos são fatos que não podemos deixar passar e geraram consequências “, afirmou a presidente constitucional da Bolívia, Jeanine Añez, em declarações à imprensa do Palácio do Governo.Foto Presidencia da Republica

Presidencia da Republica

Presidencia da Republica

vPresidencia da Republica