O Hospital Ophir Loyola realiza primeira cirurgia cerebral com paciente acordada, no Pará

Atlético Paranaense x Flamengo empatam na Arena da Baixada
28 de maio de 2017
Campeonato Brasileiro 2017: Sport x Grêmio
29 de maio de 2017
1188
Compartilhe

BELÉM - PARÁ- Brasil- O Hospital Ophir Loyola realizou em caráter experimental a Primeira cirurgia com monitorização das partes funcionais do cérebro no Pará pelo Sistema Único de Saúde. Na última sexta-feira (19), Lucimery Capelo, de 47 anos, natural do município de Tomé-Açu, foi submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor do cérebro enquanto estava acordada. A técnica avançada de monitorização neurofisiológica intraoperatória permitiu o acompanhamento da atividade elétrica cerebral, em tempo real, pela equipe médica. FOTO: ASCOM HOL

BELÉM – PARÁ- Brasil- O Hospital Ophir Loyola realizou em caráter experimental a Primeira cirurgia com monitorização das partes funcionais do cérebro no Pará pelo Sistema Único de Saúde. Na última sexta-feira (19), Lucimery Capelo, de 47 anos, natural do município de Tomé-Açu, foi submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor do cérebro enquanto estava acordada. A técnica avançada de monitorização neurofisiológica intraoperatória permitiu o acompanhamento da atividade elétrica cerebral, em tempo real, pela equipe médica.
FOTO: ASCOM HOL

BELÉM – PARÁ- Brasil- O Hospital Ophir Loyola realizou em caráter experimental a Primeira cirurgia com monitorização das partes funcionais do cérebro no Pará pelo Sistema Único de Saúde. Na última sexta-feira (19), Lucimery Capelo, de 47 anos, natural do município de Tomé-Açu, foi submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor do cérebro enquanto estava acordada. A técnica avançada de monitorização neurofisiológica intraoperatória permitiu o acompanhamento da atividade elétrica cerebral, em tempo real, pela equipe médica.
FOTO: ASCOM HOL

BELÉM – PARÁ- Brasil- O Hospital Ophir Loyola realizou em caráter experimental a Primeira cirurgia com monitorização das partes funcionais do cérebro no Pará pelo Sistema Único de Saúde. Na última sexta-feira (19), Lucimery Capelo, de 47 anos, natural do município de Tomé-Açu, foi submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor do cérebro enquanto estava acordada. A técnica avançada de monitorização neurofisiológica intraoperatória permitiu o acompanhamento da atividade elétrica cerebral, em tempo real, pela equipe médica.
FOTO: ASCOM HOL

BELÉM – PARÁ- Brasil- O Hospital Ophir Loyola realizou em caráter experimental a Primeira cirurgia com monitorização das partes funcionais do cérebro no Pará pelo Sistema Único de Saúde. Na última sexta-feira (19), Lucimery Capelo, de 47 anos, natural do município de Tomé-Açu, foi submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor do cérebro enquanto estava acordada. A técnica avançada de monitorização neurofisiológica intraoperatória permitiu o acompanhamento da atividade elétrica cerebral, em tempo real, pela equipe médica.
FOTO: ASCOM HOL