O prefeito Bruno Covas assinou segunda-feira (16/09), o contrato de concessão do Complexo Pacaembu. O Consórcio Patrimônio SP, formado pelas empresas Progen – Projetos Gerenciamento e Engenharia e Savona Fundo de Investimento em Participações,

El Presidente de la Nación, Mauricio Macri, junto al Embajador argentino ante UNESCO
16 de setembro de 2019
Animais mortos ou se deslocando para fugir do fogo e em busca de água, um rastro de destruição em mais de 60% da vegetação nativa
16 de setembro de 2019
582
Compartilhe

São Paulo SP 16 09 2019 O prefeito Bruno Covas assinou segunda-feira (16/09), o contrato de concessão do Complexo Pacaembu. O Consórcio Patrimônio SP, formado pelas empresas Progen – Projetos Gerenciamento e Engenharia e Savona Fundo de Investimento em Participações, venceu a concessão com a abertura dos envelopes em fevereiro de 2019. O consórcio apresentou a melhor proposta financeira à Prefeitura de São Paulo pelos 35 anos de concessão do complexo esportivo: R$ 115.395.000,00 milhões – a outorga mínima era de R$ 37 milhões –, um ágio de 208%. Além da outorga fixa, a concessionária deverá também uma outorga variável de 1% sobre a receita bruta da empresa.foto Leon Rodrigues

Edsom Luiz Jr

Leon Rodrigues

Leon Rodrigues

Leon Rodrigues

Leon Rodrigues

Leon Rodrigues

Leon Rodrigues