O presidente da Rússia Wladimir Putin durante celebração do Natal ortodoxo