O presidente do governo, Pedro Sánchez, diante da mídia, em Moncloa