O que motiva um grupo de jovens indígenas da nação indígena Gavião, a concluir o Ensino Médio sem sair da aldeia, localizada no município Bom Jesus do Tocantins,

Exibição do jogo Portugal contra Espanha da Copa do Mundo 2018, organizada pelo Consulado Geral de Portugal na Casa de Portugal, Liberdade, região central
16 de junho de 2018
O Ibama identificou os responsáveis pela extração ilegal de 7.387 toras da Terra Indígena (TI) Pirititi, no sul de Roraima, apreendidas pelo Instituto em abril deste ano. O furto danificou 1.372 hectares de floresta nativa da Amazônia
16 de junho de 2018
590
Compartilhe

BOM JESUS DO TOCANTINS – PARÁ 15 06 2018 O que motiva um grupo de jovens indígenas da nação indígena Gavião, a concluir o Ensino Médio sem sair da aldeia, localizada no município Bom Jesus do Tocantins, na região sudeste do Estado? A escola construída dentro da reserva, em forma de maloca, com toda natureza ao redor, foi determinante para manter o foco dos alunos do Mundiar nos estudos. Mas a professora, algumas vezes, preferiu levar a aula para o meio da plantação ou para a beira do rio. Uma atitude pedagógica com elevado significado. A estratégia de relacionar o conteúdo da proposta na Matriz Curricular à realidade da aldeia Akrãkikatêjê, durante as aulas, foi montada pela cacique Kátia Tonkyre, para cumprir a promessa feita em 2016, quando a turma foi formada, de que todos os estudantes matriculados iriam se empenhar ao máximo para concluir o Ensino Médio, por meio da metodologia do Projeto Mundiar (foto), implantado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O Mundiar visa corrigir a distorção escolar idade/ano e reduzir a repetência e a evasão de foto FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

FERNANDO NOBRE / ASCOM SEDUC

EQUIPE