O “Sniffer” Robótico da NASA confirma vazamento na Estação Espacial

Michel Temer na Cerimônia de Assinatura da Ordem de Serviço da Construção de Ponte Rodoviária sobre o Rio Araguaia
14 de setembro de 2017
Lixo acumulado na rua Sebastião Pereira, em São Paulo
14 de setembro de 2017
379
Compartilhe

Em operações recentes na Estação Espacial Internacional, as operadoras robotizadas foram duas vezes capazes de testar e confirmar a habilidade do Localizador de vazamento externo robótico (RELL) para "cheirar" no espaço. Usando os instrumentos RELL, as operadoras localizaram com sucesso um pequeno vazamento do circuito de refrigeração de amônia da estação e confirmaram que não era uma preocupação de segurança. Mais tarde, eles conseguiram retornar e caracterizar mais precisamente o vazamento. Estes dados valiosos ajudaram os operadores das estações a ventilar e isolar a linha de vazamento do circuito de refrigeração e parar com êxito o vazamento. Foto Nasa

Em operações recentes na Estação Espacial Internacional, as operadoras robotizadas foram duas vezes capazes de testar e confirmar a habilidade do Localizador de vazamento externo robótico (RELL) para “cheirar” no espaço.
Usando os instrumentos RELL, as operadoras localizaram com sucesso um pequeno vazamento do circuito de refrigeração de amônia da estação e confirmaram que não era uma preocupação de segurança. Mais tarde, eles conseguiram retornar e caracterizar mais precisamente o vazamento. Estes dados valiosos ajudaram os operadores das estações a ventilar e isolar a linha de vazamento do circuito de refrigeração e parar com êxito o vazamento. Foto Nasa