Salvador tem novo centro cirúrgico no Hospital Roberto Santos, em Salvador.
22 de junho de 2020
Rússia comemora anualmente o Dia da Memória e da Tristeza
22 de junho de 2020
309
Compartilhe

Oásis no deserto
O início da manhã revela o hotel ESO Residencia, onde astrônomos e engenheiros ficam enquanto trabalham com os telescópios do ESO no Observatório Paranal, no deserto de Atacama, no Chile. Esses telescópios incluem o Very Large Telescope (VLT), o VLT Survey Telescope (VST) – que é visível em segundo plano – e o VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy).

O início da manhã revela o hotel ESO Residencia, onde astrônomos e engenheiros ficam enquanto trabalham com os telescópios do ESO no Observatório Paranal, no deserto de Atacama, no Chile. Esses telescópios incluem o Very Large Telescope (VLT), o VLT Survey Telescope (VST) – que é visível em segundo plano – e o VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy).Foto ESO/M. Zamani

Olhando para o céu cristalino O Observatório La Silla do ESO possui um número notavelmente alto de noites sem nuvens por ano. Os bilhões de estrelas que compõem a Via Láctea são uma visão muito comum. A cúpula mostrada nesta imagem abriga um dos três telescópios de 60 centímetros que compõem o projeto ExTrA, que teve sua primeira luz no final de 2017. Foto ESO/M. Zamani