ONG Rio de Paz faz ato em memória de policiais mortos

MPF prorroga por seis meses trabalhos da Lava Jato no Rio
25 de julho de 2017
Michel Temer na cerimônia de posse do ministro da cultura, Sérgio Sá Leitão
25 de julho de 2017
726
Compartilhe

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017 Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

25/07/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A ONG Rio de Paz realiza um ato público, na orla da Lagoa Rodrigo de Freitas, em memória dos policiais militares assassinados este ano no Estado do Rio de Janeiro. Foram fixadas no local placas com os nomes dos 91 PMs mortos até agora em 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil