Paes pede desculpas a criança vítima de intolerância religiosa no Rio

Foto: Presidência do Uruguai
O Presidente Tabaré Vázquez participa de reunião com o Conselho das Américas, em Montevidéu
18 de junho de 2015
Foto: Sargento Fischer/Força Aérea Brasileira
Futuro astronauta faz o primeiro voo de caça
18 de junho de 2015
444
Compartilhe
Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

18/06/2015- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- A menina Kailane Campos, 11 anos, que foi agredida no domingo (14) no Subúrbio do Rio por intolerância religiosa foi recebida nesta quinta-feira (18) pelo prefeito Eduardo Paes, na sede da prefeitura, na Cidade Nova. O convite foi feito pelo prefeito para se solidarizar com a menina e a família dela pelos ataques. Ele pediu desculpas à menina e a à mãe pelo ocorrido e defendeu a tolerância para todas as religões.”Esse ataque não é a cara do Rio e dos cariocas”, disse o prefeito.
Depois da pedrada na cabeça no domingo, ela e a avó Katia Marinho, conhecida como mãe Kátia de Lufan, foram agredidas mais uma vez. Segundo relato de Kátia, nesta terça-feira (17), um homem xingou as duas que estavam no Instituto de Criminalística para realização de exame de corpo de delito.

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Beth Santos/ Prefeitura do Rio de Janeiro