Pinguins recebem tratamento no Parque do Rio Vermelho, em Florianópolis

Treino do Grêmio na manhã desta terça-feira no CT Luiz Carvalho
18 de julho de 2017
Astronauta da NASA, Peggy Whitson, usa um microscópio para ver Biocélulas magnéticas em 3D
18 de julho de 2017
667
Compartilhe

18/07/2017- Florianópolis- SC, Brasil- Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimentos. Alguns se perdem dos bandos e adoecem. Já bem fracos e debilitados, chegam ao Litoral catarinense. Dezoito deles estão sendo reabilitados no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque Estadual do Rio Vermelho. Foto: Anne Caroline Anderson/Fatma

18/07/2017- Florianópolis- SC, Brasil- Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimentos. Alguns se perdem dos bandos e adoecem. Já bem fracos e debilitados, chegam ao Litoral catarinense. Dezoito deles estão sendo reabilitados no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque Estadual do Rio Vermelho.
Foto: Anne Caroline Anderson/Fatma

18/07/2017- Florianópolis- SC, Brasil- Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimentos. Alguns se perdem dos bandos e adoecem. Já bem fracos e debilitados, chegam ao Litoral catarinense. Dezoito deles estão sendo reabilitados no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque Estadual do Rio Vermelho.
Foto: Anne Caroline Anderson/Fatma

18/07/2017- Florianópolis- SC, Brasil- Com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, os pinguins partem em busca de alimentos. Alguns se perdem dos bandos e adoecem. Já bem fracos e debilitados, chegam ao Litoral catarinense. Dezoito deles estão sendo reabilitados no Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), no Parque Estadual do Rio Vermelho.
Foto: Anne Caroline Anderson/Fatma