Pista de pouso na Floresta Nacional de Brasília vai ajudar no combate a incêndios

BB antecipa abertura de agências para saques do Pasep
20 de outubro de 2017
2º Feirão Morar Bem, Viver Melhor começa com descontos em São Paulo
20 de outubro de 2017
473
Compartilhe
20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

20/10/2017- Brasília, DF, Brasil- Floresta Nacional de Brasília, Como forma de diminuir o tempo de resposta para o combate a incêndios florestais, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal passa a contar agora com uma pista de pouso e decolagem na Área 4 da Floresta Nacional de Brasília (Flona). A estrutura, inaugurada nesta sexta-feira (20), tem 1,5 mil metros de extensão por 30 metros de largura e tem capacidade de operar com até quatro aeronaves simultaneamente. Ela também poderá ser usada pelas brigadas do Instituto Chico Mendes (ICMBio), responsável pela área. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília