Placa no Cemitério de Perus lembra mortos durante a ditadura

André Fufuca coordena reunião de líderes da Câmara
5 de setembro de 2017
(Rovena Rosa/Agência Brasil)
O empresário Joesley Batista, dono da JBS, deixa a sede da Superintendência da Polícia Federal após prestar depoimento  no mês de agosto
5 de setembro de 2017
661
Compartilhe

04/09/2017- São Paulo - Inauguração de placa de memória em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

04/09/2017- São Paulo – Inauguração de placa de memória em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – O ativista social, José Luiz Del Hoio, durante a inauguração de placa de memória em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – A secretária municipal de Direitos Humanos, Eloísa Arruda, durante a inauguração de placa de memória em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa

São Paulo – Inauguração de placa de memória e plantio de ipês em homenagem às 31 vítimas da ditadura militar sepultadas no Cemitério Dom Bosco, em Perus. O evento foi realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) e o Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP).Foto Rovena Rosa