Plateia consagra orquestra sinfônica após executar a 2ª sinfonia de Mahler no Pará

Kim Jong Un participa da abertura da V Conferência de Presidentes de Células de PTC
22 de dezembro de 2017
Apresentação musical das crianças do centro social Ingá e de crianças do PROFESP Foto: Beto Barata/PR
22 de dezembro de 2017
476
Compartilhe

Após mais de uma hora de espetáculo, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) recebeu do público aplausos calorosos com a apresentação do concerto da obra “Ressurreição”, sinfonia nº. 2 em dó menor, de Gustav Mahler (1860-1911). O maestro titular da OSTP, Miguel Campos Neto, conduziu 110 músicos, em cinco movimentos. O concerto, realizado na noite da última quarta-feira (20), marcou o encerramento da temporada 2017, que celebrou os 20 anos de criação da sinfônica.

O espetáculo foi uma realização do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Academia Paraense de Música, com apoio da Rede Cultura de Comunicação, Instituto de Ciências da Arte (da Universidade Federal do Pará – UFPA), Fundação Amazônica de Música, Instituto Estadual Carlos Gomes, Museu do Estado do Pará e Sistema Integrado de Teatros.

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ

FOTO: CARLOS SODRÉ / AGÊNCIA PARÁ