Polícia Federal e CORE prende o chefe do tráfico de drogas dos bairros Boavista e Boaçu

Tudo virou cinzas nas queimadas nas terra da tribo Areões, em Nova Nazaré,em Cuiabá, Ontem quarta-feira (28)
29 de agosto de 2019
A Deep Space Antenna 1 é o primeiro prato de 35 m de profundidade da ESA, olhando para o espaço para se comunicar com missões longe de casa.
29 de agosto de 2019
277
Compartilhe

Operação integrada ocorreu na manhã de hoje. Dois traficantes foram
presos, um deles era responsável por roubos de cargas na região

Rio de Janeiro/RJ – Na manhã de hoje (29), a Polícia Federal, em conjunto com a
Coordenadoria de Recursos Especiais – CORE/PCERJ, deflagrou a Operação Niterói, com
objetivo de localizar e prender o chefe do tráfico de drogas dos bairros Boavista e
Boaçu, em São Gonçalo. Ele também era responsável por roubos de cargas na região.
As equipes adentraram no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, para a verificação
das informações de inteligência acerca dos possíveis esconderijos do alvo.
O homem, que é integrante da mesma facção criminosa que controla todo o Complexo
de Favelas do Salgueiro, era alvo de mandado de busca e apreensão pelo juízo criminal
de São Gonçalo e foi preso em um imóvel no referido bairro.
Em poder do criminoso foi apreendida uma pistola calibre 9mm, cocaína e maconha,
além de material de endolação e refino de drogas. No imóvel foi encontrado também
uma caminhonete roubada utilizada pelo traficante para transitar entre as comunidades
da região.
Durante a ação, outro homem com 2 mandados de prisão de condenações pelos crimes
de tráfico de drogas e associação criminosa também foi preso.
Os traficantes e todo o material apreendido na operação foram encaminhados para sede
da Polícia Federal na Praça Mauá.
A esposa do chefe do tráfico de drogas também se encontrava no imóvel e foi conduzida
para a Superintendência da Polícia Federal.
A operação contou com a utilização de uma aeronave e três veículos blindados da
CORE. Ninguém ficou ferido.
Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Policia Federal

Policia Federal

Policia Federal