Polícia Federal prende ex-diretor da Petrobras suspeito de lavagem de dinheiro

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Ministro da Fazenda, Guido Mantega, participa de reunião com líderes da base aliada
20 de março de 2014
Foto: Clarice Castro/ GERJ
Representantes do governo do Rio de Janeiro realizam reunião com moradores da Vila Kenedy
20 de março de 2014
591
Compartilhe
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil (04/12/2007)

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil (04/12/2007)

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil (04/12/2007)

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil (04/12/2007)

Rio de Janeiro- RJ, 20/03/2014- A Polícia Federal confirmou hoje (20/03) a prisão do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, no Rio de Janeiro. Costa é suspeito de ter ligação com uma organização criminosa que lavava dinheiro em seis estados e no Distrito Federal, desarticulada no início desta semana na Operação Lava Jato, e pode ter movimentado mais de R$ 10 bilhões. Segundo a Polícia Federal, Costa foi preso provisoriamente porque estava destruindo provas de sua ligação com um doleiro. O ex-diretor da Petrobras será levado ainda nesta quinta-feira para Curitiba, base da Operação Lava Jato.