População de golfinhos aumenta nos arredores dos portos, no Paraná

A 4ª Feira da Colônia, que abre a temporada de visitação ao Circuito Rajadinha, evento ocorre no sábado (5) e no domingo (6), em Planaltina
1 de agosto de 2017
Policiais Militares visitam mãe e bebê na Maternidade Tsylla Balbino, na Bahia
1 de agosto de 2017
456
Compartilhe

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina. Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA

01/08/2017- Paranaguá- O Programa de Monitoramento de Cetáceos, desenvolvido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), registrou neste ano uma população fixa de 400 golfinhos nos arredores dos Portos do Paraná, o que significa um aumento de 50 indivíduos nos últimos três anos. O monitoramento abrange toda a Baía de Paranaguá – desde as proximidades da Ilha da Galheta até o Porto de Antonina.
Foto: Ivan Bueno/APPA