Por decreto do prefeito Jorge Filipe as praias do Rio de Janeiro serão proibidas por causa da crise sanitária