Postes clandestinos são retirados da região central pela Prefeitura e Copel, em Curitiba

Foto: Presidência da Argentina
Cristina Kirchner em cerimônia aos veteranos da Guerra das Malvinas
2 de abril de 2014
Foto: Marina Militare
Operação Mare Nostrum: Marinha italiana resgata imigrantes em direção à costa da Sicília
2 de abril de 2014
346
Compartilhe
Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Curitiba- PR, 02/04/2014- Uma operação para a retirada de postes clandestinos que sustentam fios e cabos de telefonia, TV e internet teve início na manhã desta quarta-fera (02) na Avenida Visconde de Guarapuava, região central de Curitiba. A expectativa é que, no máximo em dois dias de trabalho, as equipes da Prefeitura de Curitiba e da Copel retirem 14 postes irregulares localizados na Visconde de Guarapuava.

Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Curitiba- PR, 02/04/2014- Somente na região central da cidade foram identificados 75 postes clandestinos e que serão retirados de circulação. São considerados clandestinos por não terem projeto para colocação, muito menos alvará ou contrato com a Copel. Desta forma, foram colocados sem o conhecimento e autorização do poder público. Atualmente 22 empresas operam com serviços de telefonia e TV a Cabo em Curitiba.

Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Foto: Cesar Brustolin/ SMCS

Curitiba- PR, 02/04/2014- A atitude de retirada dos postes irregulares foi necessária diante do descaso demonstrado pelas empresas de telefonia, TV e internet para a regularização de seus equipamentos, mesmo depois de diversas notificações e multas efetuadas tanto pela Copel quanto pela Prefeitura de Curitiba. “Começamos as reuniões em maio do ano passado e demos para as operadoras que atuam em Curitiba todas as condições e prazos para efetuar a regularização. Porém, elas desobedeceram prazos e não deram atenção às multas”, explicou o secretário de Governo, Ricardo Mac Donald Ghisi. Diante desta situação, o prefeito Gustavo Fruet assinou na semana passada dois decretos que determinaram o impedimento e abandono do material irregular. Assim a operação de retirada dos postes clandestinos pode ser iniciada.