Prefeitura de São Paulo apresenta projeto do primeiro túnel exclusivo para ônibus na zona leste

Foto: Gabriel Rosa/ SMCS
Em Curitiba, Armazéns da Família começam a oferecer produtos para dietas especiais
17 de outubro de 2014
Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil
Incêndios florestais em Petrópolis, na Região Serrana, destroem 2,6 mil hectares em dez dias
17 de outubro de 2014
393
Compartilhe
Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

17/10/2014- São Paulo- SP, Brasil- A Prefeitura de São Paulo apresentou na tarde desta sexta-feira (17) o projeto do primeiro túnel exclusivo para ônibus da cidade, que ligará o Terminal Parque Dom Pedro, passando pelo viaduto Antonio Nakashima, à avenida Alcântara Machado, na zona leste. O túnel, que terá quase 800 metros de extensão, integra as obras de construção do corredor de ônibus Radial Leste 1, previsto para ter um total de 12 quilômetros e investimentos de R$ 455 milhões.

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

17/10/2014- São Paulo- SP, Brasil- O túnel está projetado para ser iniciado ao lado do Terminal Parque Dom Pedro, na região da avenida do Estado, passando próximo à estação Dom Pedro da Linha-3 Vermelha, utilizando como caminho uma plataforma subterrânea do Metrô que não era utilizada. O empreendimento conta com duas faixas em dois sentidos, além de um rolamento de segurança, caso algum ônibus apresente falhas, com o objetivo de não prejudicar o tráfego.

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

17/10/2014- São Paulo- SP, Brasil- Em comparação com o acesso atual dos ônibus que saem ou chegam ao Parque Dom Pedro para a Radial Leste, o túnel proporcionará uma economia superior a 20 minutos. “Da chegada da Zona Leste pela Radial até o Parque Dom Pedro, os ônibus fazem uma circulação que leva 30 minutos já estando no Centro e o túnel poupa esses 30 minutos. O ônibus vai sair desse gargalo, vai utilizar uma estação que não está sendo aproveitada pelo Metrô e vai fazer os coletivos chegarem com uma agilidade maior”, afirmou Haddad, que visitou nesta tarde a obra, acompanhado da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior.

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

17/10/2014- São Paulo- SP, Brasil- O Corredor Radial Leste 1, que irá da região do Parque Dom Pedro até a estação Vila Matilde da Linha-3 Vermelha, contará com piso rígido, cobrança de tarifa desembarcada e faixa de ultrapassagem nas 13 paradas em sua extensão, que terão ligação com o sistema ferroviário. O corredor deverá beneficiar 220 mil pessoas por dia. “Foram disponibilizados R$ 4,3 bilhões em corredores para a cidade de São Paulo realizar esse conjunto de intervenções importantes para mobilidade urbana”, disse a ministra. “Todo o nosso objetivo é trazer pelas avenidas Radial Leste, Itaquera, Cidade Líder e Aricanduva as pessoas diretamente para o Centro em uma velocidade ainda maior do que a atingida pelas faixas exclusivas, que ajudaram, mas é preciso uma entrar em uma nova etapa que são os BRTs”, disse Haddad.

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

Foto: Fernando Pereira/ Secom/ PMSP

17/10/2014- São Paulo- SP, Brasil- A zona leste ainda terá mais três obras de corredores, o Radial Leste 2 com cinco quilômetros, o Leste-Itaquera com 14 quilômetros e o Aricanduva com mais 14 quilômetros, além da ampliação do Terminal Itaquera, que também está sendo modernizado com recursos do PAC. “Esses corredores são os primeiros da zona leste. Em toda a cidade, temos 160 quilômetros, sendo 100 licitados e 60 em licitação com empresas já qualificadas, até superando a meta”, afirmou o prefeito. A construção do túnel exclusivo para ônibus faz parte de uma série de intervenções em mobilidade e drenagem na cidade com apoio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O prefeito e a ministra visitaram nesta sexta-feira (17) cinco dessas obras que estão em andamento. “É a maior obra de mobilidade urbana da história de São Paulo. Hoje vamos para três regiões da cidade: zonas sul, norte e leste, para que a ministra possa constatar o andamento das obras dano sequência à liberação dos recursos para que possamos acelerá-las”, afirmou Haddad durante vistoria em obras na zona sul.