Prefeitura inaugura Centro Temporário de Acolhimento (CTA) em Santo Amaro

Escolas municipais recebem recursos para despesas de rotina, em Curitiba
27 de outubro de 2017
127 municípios paulistas serão beneficiados com novos convênios
27 de outubro de 2017
1274
Compartilhe
26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM

26/10/2017- São Paulo- A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (26), na Avenida Miguel Yunes, em Santo Amaro, Zona Sul, o sétimo Centro Temporário de Acolhimento (CTA) para pessoas em situação de rua. O serviço foi viabilizado pela Secretaria Especial de Investimento Social (SEIS) por meio de parcerias com empresas da iniciativa privada. Com ele, passam de 1.250 vagas de acolhimento apenas nos CTAs, novo conceito de equipamento social implantado por esta gestão. Foto: Leon Rodrigues/SECOM