Presidente Cristina Kirchner rejeita acusações do Reino Unido sobre Malvinas

Foto: Fábio Arantes/Secom
Haddad vistoria Hospital Dia da rede Hora Certa Vila Prudente que oferecerá especialidades, exames e cirurgias
2 de abril de 2015
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Diretora do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior, ministra Luiza Lopes da Silva, fala sobre os resultados do levantamento anual sobre brasileiros presos no exterior
2 de abril de 2015
395
Compartilhe
Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

02/04/2015- Ilhas Malvinas-  No dia em que se completa 33 anos do início da Guerra das Malvinas, a presidente argentina, Cristina Kirchner, respondeu às acusações do governo do Reino Unido de que o o país seria “uma ameaça muito viva” ao controle britânico das ilhas. “Se precisam de justificativa para o lobby armamentista e de um motivo para ganhar a eleição, que não os busquem na Argentina. Nós não ganhamos a eleição assustando ninguém”, afirmou Cristina. Segundo ela, o governo inglês deveria se preocupar em cuidar da alimentação do seu povo e da segurança interna e não com uma suposta ameaça da Argentina. Na foto  Kirchner honra combatentes  e reafirma soberania  das Ilhas Malvinas .

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina

Foto: Presidência da Argentina