Presidente Giorgio Napolitano deixará cargo nesta terça-feira, revela premier italiano Matteo Renzi

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Joaquim Levy chega ao ministério para café da manhã com jornalistas
13 de janeiro de 2015
Foto: Edson Lopes Jr/A2AD
Novo Posto de Atendimento ao Trabalhador no Brás, São Paulo
13 de janeiro de 2015
216
Compartilhe
Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (13/01/2015)

13/01/2015- O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, anunciou nesta terça-feira, em sessão do Parlamento Europeu em Estrasburgo a saída do presidente Giorgio Napolitano. Aos 89 anos, o chefe de Estado teria cargo garantido até 2020, quando teria ao menos 94 anos, mas já anunciara que sairia antes. Ele comanda o país desde 2006. Na foto Presidente Giorgio Napolitano com o Chefe de Polícia Alessandro Pansa na abertura da Piazza del Quirinale da segunda edição da campanha educativa “uma vida social”.

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (31/12/2014)

Na foto o Presidente Giorgio Napolitano durante a mensagem de Ano Novo italianos.

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (31/12/2014)

Na foto o Presidente Giorgio Napolitano durante a mensagem de Ano Novo italianos.

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (12/01/2015)

Presidente Giorgio Napolitano prestou homenagem aos restos mortais do mestre Francesco Rosi.

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (12/01/2015)

Presidente Giorgio Napolitano com SE Ajing Adiang Marik, Ambasicatore da República do Sudão do Sul, por ocasião da apresentação das Cartas Credenciais.

Foto: Presidenza Della Repubblica

Foto: Presidenza Della Repubblica (12/01/2015)

Presidente Giorgio Napolitano com SE Beatriz Soto Alba Pimentel, Embaixador da República de Cuba, por ocasião da apresentação das Cartas Credenciais.