Pretel faz uma corrida sem erros e vence a Copa Pirelli na categoria SuperBike, em São Paulo

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Exposição sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, na cerimônia da troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes
14 de fevereiro de 2016
Foto: Vinicius Lisboa/ Agência Brasil
Último grande bloco a desfilar, Monobloco percorre o centro do Rio de Janeiro
14 de fevereiro de 2016
381
Compartilhe
Foto: VGCOM

Foto: VGCOM

Foto: VGCOM

Foto: VGCOM

14/02/2016- São Paulo- SP, Brasil- Diego Pretel (#88) foi o campeão da Copa Pirelli na categoria SuperBike, prova disputada no final da manhã deste domingo (14), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A corrida deu largada a temporada 2016 do SuperBike Brasil, o maior campeonato de motovelocidade das Américas. Pretel fez uma corrida absolutamente regular. Logo na primeira volta, ganhou posições e assumiu a ponta. Sempre num ritmo intenso e constante, o piloto cravou a volta mais rápida da corrida – 1m41s100 – e seguiu aumentando a diferença para os adversários até o final. Pretel recebeu a bandeira quadriculada, após completar a 14ª volta, com uma vantagem de seis segundos para o vice-líder. Mauro Thomassini (#5), da equipe Motom, ficou com o segundo lugar. O piloto, que havia surpreendido e garantido a pole no último treino classificatório, não fez boa largada: perdeu quatro posições nas primeiras curvas e caiu para o quinto lugar. Porém, o impacto do erro inicial foi rapidamente reduzido. Thomassini conseguiu recuperar as posições ainda na primeira volta e seguiu na vice-liderança até o fim da prova.

Foto: VGCOM

Foto: VGCOM

14/02/2016- São Paulo- SP, Brasil- Já Bruno Corano (#34), da Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, não conseguiu manter o ritmo dos adversários da ponta. Apesar de fazer uma excelente largada e ocupar, temporariamente, a liderança, o piloto foi rapidamente ultrapassado por Pretel – que assumiu o primeiro lugar –, e em seguida por Thomassini, caindo para terceiro. A partir de então, Corano passou a ser perseguido por Massao Nishimoto (#41), da Dynel’s Racing Team. A disputa entre os dois seguiu até a oitava volta, quando Corano foi novamente ultrapassado e caiu para quarto, posição que encerrou a prova. Já Massao, abriu uma confortável vantagem e garantiu a terceira posição. O quinto colocado foi Daniel G. Mendonça (#8), da equipe Solo Moto. O piloto largou em sexto, ganhou uma posição ainda na primeira volta e se manteve em quinto até o fim da corrida. Apesar disso, sofreu a insistente perseguição de Marcelo Skaf (#177), da Motoschool Racing Team, que na última parte da corrida seguia na sua cola, apenas um décimo de segundo atrás. Apesar disso, Skaf não conseguiu a ultrapassagem e acabou recebendo a bandeirada em sexto. Pela Pro Amador, o vencedor foi Jeferson Marchesin Friche (#6), da equipe HG Motos Racing. O piloto largou em primeiro na categoria e seguiu na posição até o fim da corrida. Já o segundo lugar ficou com Daniel Toloni (#16), da Misano Racing Team. Na categoria Pro Estreante, Luciano Pokemon (#77), da equipe Pokemon, foi o único participante e terminou em sétimo no geral.