Projeto emprega detentos no setor alimentício

Sairé, festa realizada na vila balneária de Alter-do-Chão no Pará
18 de setembro de 2017
Documentário “Martírio”, que retrata a luta de um povo indígena pela sobrevivência
18 de setembro de 2017
385
Compartilhe

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Na iniciativa, nove internos custodiados pela Susipe auxiliam na produção das refeições que irão servir 744 detentos nos Centros de Recuperação de Mocajuba, Tomé-Açu e Tucuruí. Diariamente são feitos café da manhã, almoço e jantar. Antônio Serafim Pantoja, 56 (foto), costumava cozinhar apenas para a família, mas há dois anos passou a preparar comida para 174 presos custodiados no Centro de Recuperação Regional de Mocajuba (CRRMOC). FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE DATA: 16.09.2017 MOCAJUBA - PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Na iniciativa, nove internos custodiados pela Susipe auxiliam na produção das refeições que irão servir 744 detentos nos Centros de Recuperação de Mocajuba, Tomé-Açu e Tucuruí. Diariamente são feitos café da manhã, almoço e jantar. Antônio Serafim Pantoja, 56 (foto), costumava cozinhar apenas para a família, mas há dois anos passou a preparar comida para 174 presos custodiados no Centro de Recuperação Regional de Mocajuba (CRRMOC).
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Para a funcionária da empresa e parceira de Antônio na cozinha, Maria do Socorro Lopes (foto), a ajuda do companheiro é fundamental. “É uma ajuda mútua, ele me ajuda e eu ajudo ele. Aqui o ambiente de trabalho é bom, o que faz com que a produção seja melhor ainda”, revelou.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Para a funcionária da empresa e parceira de Antônio na cozinha, Maria do Socorro Lopes (foto), a ajuda do companheiro é fundamental. “É uma ajuda mútua, ele me ajuda e eu ajudo ele. Aqui o ambiente de trabalho é bom, o que faz com que a produção seja melhor ainda”, revelou.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Para a funcionária da empresa e parceira de Antônio na cozinha, Maria do Socorro Lopes (foto), a ajuda do companheiro é fundamental. “É uma ajuda mútua, ele me ajuda e eu ajudo ele. Aqui o ambiente de trabalho é bom, o que faz com que a produção seja melhor ainda”, revelou.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Para a funcionária da empresa e parceira de Antônio na cozinha, Maria do Socorro Lopes (foto), a ajuda do companheiro é fundamental. “É uma ajuda mútua, ele me ajuda e eu ajudo ele. Aqui o ambiente de trabalho é bom, o que faz com que a produção seja melhor ainda”, revelou.
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (SUSIPE) em parceria com a empresa PROAM Alimentos e eventos desenvolvem o projeto Esperançar. O projeto é oriundo de um convênio realizado em 2013, e já beneficiou mais de 40 detentos. Na iniciativa, nove internos custodiados pela Susipe auxiliam na produção das refeições que irão servir 744 detentos nos Centros de Recuperação de Mocajuba, Tomé-Açu e Tucuruí. Diariamente são feitos café da manhã, almoço e jantar. Antônio Serafim Pantoja, 56 (foto), costumava cozinhar apenas para a família, mas há dois anos passou a preparar comida para 174 presos custodiados no Centro de Recuperação Regional de Mocajuba (CRRMOC).
FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SUSIPE
DATA: 16.09.2017
MOCAJUBA – PARÁ