Quarto indígena Guajajara morto é adolescente e estava ameaçado, diz família

Cerimônia de Assinatura do Termo de Acordo entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura do Rio de Janeiro.
14 de dezembro de 2019
SUPERLIGA MASCULINA 19/20: EMS Taubaté Funvic vence Fiat/Minas e segue invicto
14 de dezembro de 2019
371
Compartilhe

Quarto indígena Guajajara morto é adolescente e estava ameaçado, diz família. Já PM afirma que motivação para o crime é o tráfico de drogas
Manaus (AM) – O quarto indígena Guajajara assassinado em pouco mais de 40 dias no Maranhão, segundo sua família, é um adolescente que estudava e trabalhava na roça na Terra Indígena Arariboia. “Não é verdade que Erisvan Soares Guajajara é ligado ao tráfico, ele usava o fumo dele, não vendia nada para ninguém. Ele recebeu ameaças do povo do Amarante, mas não sei dizer o nome de quem ameaçou exatamente”. A declaração é da irmã do adolescente, Célia Lúcia Guajajara, de 27 anos, à agência Amazônia Real.

(Foto: MídiaÍndia)

(Foto: MídiaÍndia)