Rio de Janeiro RJ 26 02 2021-“Marmita Solidária”, ação que já distribuiu mais de 3.000 refeições agroecológicas durante o ano de 2020, retorna dia 10/03/2021

São Paulo SP 25 02 2021- Flamengo campeão Brasileiro – jogadores veem no celular final do jogo Corinthians x Inter para dar o grito de campeão brasileiro 2020
26 de fevereiro de 2021
(Tianguá-CE, 26/02/2021) Presidente Jair Bolsonaro – Cerimônia de Assinatura de Ordens de Serviço da Travessia de Tianguá
26 de fevereiro de 2021
128
Compartilhe

Rio de Janeiro RJ 26 02 2021-A Marmita Solidária, ação que já distribuiu mais de 3.000 refeições agroecológicas durante o ano de 2020, retorna ao estado do Rio de Janeiro no próximo dia 10 de março, às 11h. A atividade, que acontece no Armazém do Campo RJ, está inserida na Jornada de Luta das Mulheres sob o lema “Mulheres na luta pela vida, fora governo Bolsonaro! Em defesa do SUS! Vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, contra a privatização da CEDAE!” Para Ruth Rodrigues, coordenadora política do Armazém do Campo RJ, a pandemia de Covid-19 acentuou as desigualdades sociais. “Ainda mais no Rio de Janeiro, onde vemos cada vez mais pessoas sem condições dignas de garantir a sobrevivência.” “Essa ação também faz parte da Jornada do 8M, onde as mulheres sempre se colocam nas trincheiras em enfrentamento a essa organização cruel da sociedade. O Armazém do Campo se coloca à disposição para que seja um espaço potencializador da distribuição de alimentos saudáveis, da Reforma Agrária, para unir forças e derrotar essa política de morte que estamos enfrentando. Por isso, dizemos: Fora Bolsonaro e queremos a vacina já! Mulheres pela vida, semeando resistência contra a fome e as violências”, explica Ruth. É nesse contexto que a Marmita Solidária também é um momento de denúncia contra a crescente situação de fome nos espaços de periferia.foto Isabela Arezzo

Rio de Janeiro RJ 26 02 2021-A Marmita Solidária, ação que já distribuiu mais de 3.000 refeições agroecológicas durante o ano de 2020, retorna ao estado do Rio de Janeiro no próximo dia 10 de março, às 11h. A atividade, que acontece no Armazém do Campo RJ, está inserida na Jornada de Luta das Mulheres sob o lema “Mulheres na luta pela vida, fora governo Bolsonaro! Em defesa do SUS! Vacina para todos e auxílio emergencial já! Água é um direito, contra a privatização da CEDAE!”

Para Ruth Rodrigues, coordenadora política do Armazém do Campo RJ, a pandemia de Covid-19 acentuou as desigualdades sociais. “Ainda mais no Rio de Janeiro, onde vemos cada vez mais pessoas sem condições dignas de garantir a sobrevivência.” “Essa ação também faz parte da Jornada do 8M, onde as mulheres sempre se colocam nas trincheiras em enfrentamento a essa organização cruel da sociedade. O Armazém do Campo se coloca à disposição para que seja um espaço potencializador da distribuição de alimentos saudáveis, da Reforma Agrária, para unir forças e derrotar essa política de morte que estamos enfrentando. Por isso, dizemos: Fora Bolsonaro e queremos a vacina já! Mulheres pela vida, semeando resistência contra a fome e as violências”, explica Ruth.
É nesse contexto que a Marmita Solidária também é um momento de denúncia contra a crescente situação de fome nos espaços de periferia.foto Isabela Arezzo