Ronaldinho deu uma declaração investigativa à Unidade Tributária do Crime Organizado do Paraguai

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou hoje (5) que o governo federal cobra, na Justiça, o valor de R$ 1,3 bilhão pelo desmatamento na Amazônia Legal.
5 de março de 2020
Encontro de Lula com Richard Kozul Wright, diretor da UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento)
5 de março de 2020
1182
Compartilhe

Assunção 05 03 2020 Ronaldinho deu uma declaração investigativa à Unidade Tributária do Crime Organizado O jogador brasileiro, Ronaldinho, apareceu hoje diante da unidade tributária do crime organizado diante das agentes fiscais Alicia Sapriza, Federico Delfino, Manuel Doldan, no âmbito da investigação de documentos emitidos em seu nome.Nesse sentido, Ronaldo de Assis Moreira, conhecido como “Ronaldinho” e seu irmão Roberto, compareceram nesta manhã diante da Unidade Especializada contra o Crime Organizado da Promotoria. Da mesma forma, o cidadão brasileiro identificado como Wilmondes Sousa Lira (45), que foi preso ontem à noite após a busca policial e policial.Após a abertura do caso, a busca foi realizada. A delegação fiscal e policial fez uma operação na noite de quarta-feira na suíte onde “Ronaldinho” está hospedado no Yacht Resort Hotel e no Paraguai Golf Club. Os participantes puderam apreender vários documentos, como carteiras de identidade. e passaportes paraguaios com os nomes de Ronaldo de Assis Moreira e seu irmão Roberto.foto MP Paraguaio

MP Paraguaio

MP Paraguaio