Rússia comemora anualmente o Dia da Memória e da Tristeza

Oásis no deserto
22 de junho de 2020
Solenidade de abertura da semana nacional de políticas sobre drogas
22 de junho de 2020
252
Compartilhe

Em 22 de junho, a Rússia comemora anualmente o Dia da Memória e da Tristeza, quando em 1941, 79 anos atrás, a Alemanha nazista atacou a União Soviética.

Em 22 de junho de 1941, tropas alemãs invadiram o território da União Soviética. Aviões alemães lançaram bombas sobre Kiev (atual capital da Ucrânia), Minsk (atual capital da Bielorrússia), Riga (atual capital da Letônia), Sebastopol (Criméia) e outras cidades. A guerra durou 1.418 dias. Um total de 27 milhões de pessoas soviéticas foram mortas, incluindo 18 milhões de civis e 8,7 milhões de militares. Quatro milhões de pessoas foram torturadas e mortas nos campos de extermínio nazistas. Cerca de 4,5 milhões de soldados e oficiais do Exército Vermelho foram capturados e 2,5 milhões deles morreram em cativeiro

O Presidente visitou a Catedral Principal das Forças Armadas e o Complexo dos Museus da Estrada da Memória, localizado no Parque Patriotismo Militar Patriot, nos arredores de Moscou, no 79º aniversário do início da Grande Guerra Patriótica.
Acompanhado pelo ministro da Defesa Sergei Shoigu e pelo patriarca Kirill de Moscou e de toda a Rússia, Vladimir Putin visitou a Catedral Ortodoxa Russa em homenagem à Ressurreição de Cristo, a principal catedral das Forças Armadas da Federação Russa. O Primaz da Igreja Ortodoxa Russa fez uma breve oração na catedral.

Kremlin

Kremlin

Kremlin

Kremlin

Kremlin

Kremlin

Kremlin

Kremlin