Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon declara indignação aos ataques terroristas em Paris

Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético Mineiro
Atlético Mineiro realiza primeiro treino de 2015 e apresenta oficialmente Lucas Pratto
7 de janeiro de 2015
Fotos: Erasmo Salomão/ Ministério da Saúde
O ministro Arthur Chioro, durante reunião com o governador do RJ, Luiz Fernando Pezão e prefeito Eduardo Paes
7 de janeiro de 2015
306
Compartilhe
Foto: Eskinder Debebe/ UN

Foto: Eskinder Debebe/ UN

Foto: Eskinder Debebe/ UN

Foto: Eskinder Debebe/ UN

07/01/2015- Nova Iorque- Estados Unidos- O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apresenta uma declaração aos correspondentes da ONU, expressando sua “indignação com o ataque desprezível hoje contra a revista francesa Charlie Hebdo”. Doze pessoas, incluindo dois policiais foram mortos no ataque contra os escritórios de Paris da revista, segundo informações da imprensa. “Foi um crime horrendo, injustificável e sangue-frio”, disse o secretário-geral disse, “um ataque direto em um dos pilares da democracia – sobre os meios de comunicação e liberdade de expressão.” O secretário-geral estava visitando com a Associação de Correspondentes da ONU (UNCA) para cumprimentos de ano novo, quando soube do ataque e faz a declaração.

Foto: Eskinder Debebe/ UN

Foto: Eskinder Debebe/ UN