Serra Leoa coloca 50 pessoas em quarentena por ebola

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Protesto contra aprovação da PEC dos Cartórios em Brasília
1 de setembro de 2015
Foto: Eduardo Saraiva/A2img
São Paulo inicia obras da primeira PPP de Habitação Social do país
1 de setembro de 2015
450
Compartilhe
Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)

Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)

Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)

Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)

01/09/2015-  Serra Leoa- Cinquenta pessoas foram colocadas em quarentena no norte de Serra Leoa, em uma área onde uma mulher morta testou positivo para o vírus ebola, anunciaram nesta terça-feira (1º) as autoridades locais, que procuram determinar a origem da contaminação.Essas pessoas foram isoladas em Sella Kafta, na região de Kambia (noroeste), porque serem consideradas de “alto risco”, uma vez que tiveram contato com os novos casos de ebola, uma vendedora falecida em 28 agosto, explicou Ibrahim Sesay, chefe da célula de crise do Centro de Controle Nacional do Ebola (NERC).Monróvia, Libéria – Ilha Clinic, em Monrovia que foi inaugurada  pela OMS e do Ministério da Saúde da República da Libéria, em resposta ao surto de pacientes que necessitam de uma Unidade de Tratamento de Ebola (ETU). USAID forneceu 2 geradores e outros suprimentos para equipamentos a salvar a vida de cuidados a ETU vai oferecer.

Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)

Foto: Morgana Wingard/ USAID (22/09/2014)