Sindicalistas fazem ato em repúdio ao assassinato de Marielle

Chegada dos Jogadores da Seleção em Moscou
19 de março de 2018
Michel temer na Sessão de Abertura do VIII Fórum Mundial da Água
19 de março de 2018
404
Compartilhe

A Força Sindical e o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo realizaram nesta segunda-feira (19) um ato em repúdio ao covarde assassinato da vereadora Marielle Franco e o motorista, Anderson Gomes.
Durante o protesto realizado em frente a Empresa Fame no bairro do Belenzinho, na zona leste de São Paulo-SP, os sindicalistas distribuíram uma fita preta a cada trabalhador em homenagem à Marielle Franco e à Anderson Gomes.

O presidente da Força Sindical alerta que o assassinato de Marielle foi um atentado contra sua vida, sua representatividade popular e contra a defesa da população carente e oprimida que ela representava. “A gravidade deste fato, que também vitimou seu motorista, pesa sobre todas as instituições sociais, inclusive sobre os sindicatos que representam os trabalhadores”, afirma Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força) Presidente da Força Sindical.

“Fizemos um ato em homenagem à Marielle Franco e à Anderson Gomes e mostramos nossa disposição em torno da luta necessária para as transformações”, avalia João Carlos Gonçalves Juruna, secretário-geral da Força Sindical.

Sindicalistas fazem ato em repúdio ao assassinato de Marielle. Foto Força Sindical

Sindicalistas fazem ato em repúdio ao assassinato de Marielle. Foto Força Sindical